Ho'oponopono

 

Ho'oponopono, que significa sinto muito perdão obrigado te amo, é uma prática espiritualista havaiana, que visa a desconexão, o desligamento com o passado, com mágoas e pessoas que nos prendem a sentimentos e memórias negativos. 

É uma oração forte e poderosa, capaz de cortar laços com fatos que não existem mais, com a cura de feridas que já não há motivos para doerem. 

É um processo de cura emocional, amplamente divulgado por Mornah Nalamaku Simeona. 

É um mantra, uma oração, para nos libertarmos de energias, de lembranças, sentimentos, julgamentos e dores, que não fazem mais razão de existirem, é um caminho para nos libertarmos do que não precisamos carregar conosco. 

Mas, acima de tudo, o perdão, a energia dessas palavras, devem ser praticados, devem ser emanados de nossas almas e corações, para que as energias sejam transformadas. 

E nos curando, curamos o outro, a energia que emanamos, é devolvida. 

Pode ser praticado por qualquer pessoa, independe de crença ou religião, é uma técnica, uma meditação, oração, limpeza energética ou um caminho para evolução espiritual. 

 

Divino Criador, Pai, Mãe, Filho, todos em Um.

Se eu, minha família, meus parentes e antepassados, ofendemos sua família, parentes e antepassados, em pensamentos, fatos ou ações, desde o início de nossa criação até o presente, nós pedimos o seu perdão.

Deixe que isso se limpe, purifique, libere e corte todas as memórias, bloqueios, energias e vibrações negativas.

Transmute essas energias indesejáveis em pura luz e assim é.

Para limpar o meu subconsciente de toda carga emocional armazenada nele, digo um e outra vez, durante o meu dia, as palavras chave do HO’OPONOPONO:

Eu sinto muito, Me perdoe, Eu te amo, Sou grato

Declaro-me em paz com todas as pessoas da Terra e com quem tenho dívidas pendentes.

Por esse instante e em seu tempo, por tudo o que não me agrada em minha vida presente:

Eu sinto muito, Me perdoe, Eu te amo, Sou grato

Eu libero todos aqueles de quem eu acredito estar recebendo danos e maus tratos, porque simplesmente me devolvem o que fiz a eles antes, em alguma vida passada:

Eu sinto muito, Me perdoe, Eu te amo, Sou grato

Ainda que me seja difícil perdoar alguém, sou eu que pede perdão a esse alguém agora. Por esse instante, em todo o tempo, por tudo o que não me agrada em minha vida presente:

Eu sinto muito, Me perdoe, Eu te amo, Sou grato

Por esse espaço sagrado que habito dia a dia e com o qual não me sinto confortável:

Eu sinto muito, Me perdoe, Eu te amo, Sou grato

Pelas difíceis relações às quais só guardo lembranças ruins:

Eu sinto muito, Me perdoe, Eu te amo, Sou grato

Por tudo o que não me agrada na minha vida presente, na minha vida passada, no meu trabalho e o que está ao meu redor, Divindade, limpa em mim o que está contribuindo para minha escassez:

Sinto muito, Me perdoe, Eu te amo, Sou grato

Se meu corpo físico experimenta ansiedade, preocupação, culpa, medo, tristeza, dor, pronuncio e penso: “Minhas memórias, eu te amo”.

Estou agradecido pela oportunidade de libertar vocês e a mim.

Sinto muito, Me perdoe, Eu te amo, Sou grato

Neste momento, afirmo que te amo. Penso na minha saúde emocional e na de todos os meus seres amados. Te amo.

Para minhas necessidades e para aprender a esperar sem ansiedade, sem medo, reconheço as minhas memórias aqui neste momento:

Sinto muito, eu te amo.

 

Mornah Nalamaku Simeona