Cartomancia

 

 

 

Por Taróloga Micaela

 

Pouco se sabe sobre a real origem do Baralho Comum, utilizado para arte divinatória através das cartas.

A Cartomancia  teria originado na China, através de um Imperador, em meados do século XI, sendo amplamente difundida e praticada pelo povo Cigano, que passou a dominar a arte e espalhou a arte de ler as cartas pelo mundo. 

A Cartomancia, assim como o Tarot e o Baralho Cigano, eram muito procurados e cultuados na Europa por pessoas de todas as classes sociais, inclusive Reis, Rainhas, pessoas importantes e da alta sociedade, daquela época. 

Além de ser utilizada para jogos populares de diversão, desde tempos muito remotos, o Baralho Comum trazia mensagens e respostas, tendo sido cultuada e respeitada toda a Europa, principalmente na França e Inglaterra. 

Há relatos de clãs Ciganos que praticavam a Cartomancia, tendo os ensinamentos sido transmitidos de ascendentes para descendentes, nas divisas entre a Espanha e Portugal. 

O Baralho Comum é composto por 52 cartas, e suas cartas acompanham quatro naipes, espadas, paus, ouros e copas, além das cartas da Côrte, e se utilizado para leituras esotéricas, não poderá ser utilizado para jogos de diversão, e vice-versa.