Gatos e a Espiritualidade

 

Amados e temidos, os gatos são animais místicos que possuem uma conexão maior entre os dois mundos, o mundo material e o mundo espiritual.

 

Dotados de uma individualidade e auto-estima ímpar, esses animais já foram considerados sagrados por povos antigos, em especial no Egito, justamente por causa dessa ligação que os gatos possuem com a espiritualidade.

 

Os gatos são independentes emocionalmente, não precisam mostrar a todo momento que gostam, que sentem afeto pelos seus tutores.  Gatos amam e demonstram de forma verdadeira. Demonstram a confiança que têm naqueles que amam.

 

Gatos são seguros, e esperam também, essa segurança na nossa relação com eles. Os gatos sabem que existe uma ligação de afeto, a energia de amor, entre eles e os tutores, não precisando provar ou buscar isso a todo momento.

 

Gatos são livres, prezam pela liberdade. E reagem, nos mostram quando estamos presos a ideias, situações ou pessoas de forma desfavorável.

 

Os gatos possuem uma inteligência espiritual e até um grau de mediunidade, capazes de terem uma sensibilidade com as energias, e de transformarem as energias de pessoas e até de ambientes. Agem como esponjas, mas no sentido de transmutarem essas energias, transformando as energias negativas em energias positivas, seja de pessoas e até de ambientes.

 

Há quem não goste de gatos. Mas quem realmente não admira e não possui afinidade com gatos, são pessoas que não entendem o seu interior, não conseguem enxergar quem são, não conseguem se aceitar, não conseguem entender o que de fato, precisam mudar.

 

Gatos sabem o que querem. Gatos não desistem com um simples ou até mais difícil obstáculo. E sabem que eles são o centro do seu mundo, e não os seus tutores. E por isso, possuem a característica de dominarem o espaço e até de dominarem outros animais, quando possuem esta convivência.

 

Gatos se conhecem e conhecem os próprios limites, até os imites do seu corpo. E é por isso que se afastam, ao se depararem com uma pessoa que não possui essa energia de limites, de equilíbrio e auto-aceitação.

 

Gatos agem com cautela quando percebem que a pessoa tem receio dele, por desconhecimento, por preconceito, ou por não entender a sua natureza; se afastando, e realizando a transmutação de energias de outra maneira.

 

Gatos costumam ficar horas em um local, em que estão transmutando energias. Transformam energias negativas em positivas, transformam energias paradas em movimento.

 

E, por este motivo, ao mudarmos de casa, ou até mudarmos nosso quarto, para escolhermos o melhor local para colocarmos a cabeceira de nossas camas, devemos observar aonde o cachorro vai permanecer parado naquele cômodo vazio, pois o cachorro reconhece o ponto de energia positiva naquele ambiente.

 

O gato atua de forma diferente. O gato realiza limpeza energética e limpeza espiritual, permanecendo no local e em pontos, em que essa energia precisa ser trabalhada e transformada.

 

Os gatos possuem uma percepção mais clara do mundo espiritual. Por serem tão suficientes para eles mesmos, seguros e equilibrados com eles mesmos, eles enxergam o interior de cada pessoa, assim como, possuem a percepção de lidarem com energias e até a presença de espíritos mais ou menos evoluídos.

 

Gatos vêem o nosso interior, a nossa aura, a nossa essência. e vêem também os nossos companheiros espirituais, sentindo se são bons companheiros ou companheiros negativos e obsessores.

 

A sintonia vibratória dos gatos permite o afastamento de espíritos inferiores, permite a transformação de energias densas, e alguns comportamentos deles é para nos avisar, é para nos mostrar, o que eles est!so vendo e sentindo na esfera espiritual.

 

Os gatos possuem a capacidade de transformarem a totalidade de energias negativas em energias positivas, e por serem essas esponjas, eles dormem muito. Eles precisam se recuperar, eles precisam regenerar essa energia positiva, para manterem-se equilibrados, assim como para manter equilibrado o ambiente em que vivem.

 

Gatos são curativos. Com essa capacidade de transmutar energias, os gatos curam tanto as energias espirituais, como as energias e até enfermidades de nosso corpo físico. Por este motivo, devemos sempre observar quando um gato deseja muito ficar deitado em alguma região de nosso corpo.

 

Os gatos, há muito tempo, também eram utilizados em rituais de cura por curandeiros, para transformarem as energias de doença em energias de saúde, para equilíbrio das energias do enfermo e com isso, restabelecer o funcionamento do seu organismo.

 

Importante ressaltar que, qualquer tratamento ou terapia alternativa não substituem o tratamento/acompanhamento médico.

 

Taróloga Micaela