Ogum

 

Ogum, que tem como sincretismo São Jorge na região Sudeste, na Umbanda é um Orixá muito cultuado pelos cultos afro.

Em outros Estados, Ogum tem como sincretismo São Sebastião ou Santo Antônio.

Orixá Guerreiro, que nos livra dos males, das pessas maldosas, dos perigos e dos nossos inimigos.

Protetor e desbravador, Ogum e sua falange são responsáveis por retirarem as energias negativas, por retirarem a inveja, por desfazerem trabalhos de baixa magia e por abrirem caminhos aos seus devotos.

Na espiritualidade, há vários espíritos de luz que atuam sob a energia de Ogum.

Estes espíritos atuam combatendo espíritos atrasados e espíritos zombeteiros, ortando obsessões espirituais, pois infelizmente a maldade existe nos dois planos, espiritual e terreno; mostrando tambem a estes seres desencarnados, que o caminho do amor e da caridade são o único meio de evolução. 

Ogum é o dono do caminho, protetor nas estradas, incansável, determinado, que nos dá forças e segurança para seguirmos no dia a dia, que nos mostra o quanto é importante lutarmos para alcançarmos os nosso objetivos.

Ogum tem o poder de corte. Corta as demandas, corta as energias negativas, nos livra dos miasmas astrais, que são larvas que ficam presas ao nosso perispírito, e prejudicam tanto o nosso espírito, chegando a prejudicar a saúde do nosso corpo físico.

Ogum é protetor dos policiais, militares e motoristas.

Orixá que tira nossos medos, que nos dá coragem e força para enfrentarmos os problemas e obstáculos, mas que mostra sempre o melhor caminho a ser seguido, a melhor decisão a ser tomada.

Suas cores são o vermelho e branco, ou azul, o seu dia da semana é a terça-feira.

Comemora-se em 23/04, dia de São Jorge, podendo mudar esta data conforma o Sincretismo.

Suas ferramentas são a lança e a espada.

As oferendas de Ogum são o inhame, feijão preto, pães e cerveja clara, cravos vermelhos.

Seu campo de atuação está nas estradas, estradas de ferro e campo aberto.

Saudação: Ogunhê! (Lá vem, Ogum!)

 

Taróloga Micaela