Exus e Pombagiras

 

Mal interpretados, cultuados muitas vezes de forma errônea, os Exus e Pombagiras são temidos e adorados, e exercem funções importantíssimas no plano espiritual e também, em nossas vidas.

 

Para alguns, são demônios, são entidades das trevas e que só fazem o mal, que só são procurados para fazerem o mal, mas isso não é verdade. A verdade é que, quem crê nisso, não conhece um Exu, não conhece uma Pombagira,  e o desconhecimento e a ignorância só levam ao preconceito e mentiras.

 

De início, é importante informar que cada espírito, encarnado ou desencarnado, possui uma evolução espiritual individual, possui um desenvolvimento evolutivo diferente, estando cada ser em um grau de evolução; e com isso, não devemos generalizar uma legião de espíritos que atuam na linha de Esquerda, e sim conhecê-los.

 

Os Exus e Pombagiras atuam na espiritualidade, em diversas linhas espiritualistas, atuando na linha da Esquerda, que não é uma linha negativa, ou que só faça o mal. A linha da Esquerda atua em conjunto com outras linhas da espiritualidade, porém com trabalhos e funções específicas.

 

Em alguns cultos afros, Exus e Pombagiras são Orixás, são encantados (ou seja, nunca possuíram uma vida terrena), e possuem uma característica importante: o dono do jodo de buzios, o mensageiro, aquele que fala, que dá a comunicação, que traz as mensagens dos Orixás no nosso plano terreno.

 

Para outras linhas espiritualistas, como a Umbanda, Exus e Pombagiras tiveram uma vida terrena, como nós, e tiveram as mais diversas profissões, tiveram vidas normais, ou não, mas cada espírito carrega uma história, ou várias histórias, de suas encarnações.

 

Não, Exus não são ou foram apenas assassinos e ladrões.

Não, Pombagiras não são ou foram apenas prostitutas.

 

Estas afirmações, falsas e mentirosas, além de maldosas, somente deturpam a força, a luz e a energia dessas Entidades, que atuam há milhares de anos na espiritualidade e se comunicando com nosso plano terreno, fazendo a caridade, nos protegendo de enegias negativas, encaminhando espíritos desajustados, perdidos, sofredores e obsessores.

 

Exus e Pombagiras encaminham os espíritos sem luz, tomados pela raiva e ódio, que estão temporariamente indoutrináveis, afastando-os dos irmãos encarnados que estão sendo obsediados.

 

Exus e Pombagiras são Entidades que fazem valer a ordem no plano espiritual, para que cada espírito permaneça no plano espiritual de merecimento, e também no plano para aprendizado.

 

Exus e Pombagiras dentro de uma corrente espiritual possuem a função de defesa, defendendo e desmanchando trabalhos de baixa magia, trabalhos e rituais de vingança, cortando o mal, cortando toda e qualquer energia negativa, que esteja sendo direcionada ou não a pessoa que o procure, ou a pessoa que esteja protegida por esta linha.

 

Exu é força que nos levanta, que nos faz enfrentar os problemas, que nos faz enxergar o que devemos mudar, que fala na nossa cara nossos defeitos e qualidades, que nos dá luz de como devemos agir em determinada situação.

 

Exus e Pombagiras são entidades que nos mostram que a vida não é complicada como pensamos, e que sim, para cada ação existe uma reação, pois sempre arcaremos com as consequências de nossos atos, pensamentos e vontades.

 

Exus e Pombagiras são a polícia do astral, executores dos carmas, nos dando o que merecemos, nos colocando nos lugares em que devemos estar, vivenciando tudo aquilo que atraímos e fizemos. Executam a lei do retorno, mas nem por isso, são maus.

 

Mas os Exus e Pombagiras nos auxiliam nas questões do nosso dia a dia, como relações amorosas, trabalho, e nos afastam daqueles que querem nosso mal.

 

Exus e Pombagiras são espíritos de luz, que têm a missão de defender e auxiliar, tanto irmãos encarnados como desencarnados. São firmes, seguros, leves, alegres e austeros, falando a verdade nua e crua, para ouvirmos, entendermos e assimilarmos, tudo o que precisamos saber.

 

Possuem a missão de fazerem o bem e a caridade, e com isso, evoluírem cada vez mais no espiritual.

 

Exus e Pombagiras são a polícia do espiritual, são os executores da lei divina, e sim, são nossos protetores e guardiões.

 

Taróloga Micaela